Tem ficado cada vez mais forte a presença de consultores financeiros focado no público evangélico, grupo que hoje deve representar 30% da população brasileira.

Ajudar os cidadãos a consertarem suas finanças ganha um discurso bíblico que mostra a importância de ter a vida organizada.

A Universidade da Família, entidade educacional focada em evangélicos, oferece um curso financeiro bíblico que ensina a metodologia Crown [coroa] que foca nos 2.

350 versículos bíblicos que tratam sobre administração e finanças.

Aluna do método Crown, a engenheira Mirna Borges já tinha um dos maiores canais de finanças pessoais do país quando resolveu unir o tema com sua fé.

“Eu sentia falta de unir meu conhecimento de educação financeira à palavra de Deus”, disse ela ao jornal O Globo que tem 900 mil inscritos no Youtube.

Mas focar no público religioso trouxe várias críticas para um projeto que já mantinha um público fiel.

“Algumas pessoas pararam de me seguir, criticaram ou me ofenderam quando comecei com esses estudos, mas quero mostrar que é possível ter uma vida próspera e também orientada pela palavra”, declarou.

Há anos a jornalista Patrícia Lages tem falado sobre o assunto através do site Bolsa Blindada.

No primeiro livro, a escritora – que é membro da Igreja Universal do Reino de Deus, chegou a falar sobre a importância do dízimo para ter uma vida financeira saudável.

Patrícia tem quatro livros sobre o assunto: “Bolsa Blindada”, Bolsa Blindada 2″, “Virada Financeira” e “Sucesso Não Cabe na Bolsa”, sendo que o público feminino é o alvo principal dessas obras.

Pelas redes sociais também encontramos páginas de finanças pessoas focadas em cristãos, como é o caso do Cristão Rico, um curso que ensina a controlar as finanças para iniciar investimentos e realizar sonhos.

O Gospel Prime tem em sua linha de colunistas Rodrigo Colombo, economista e investidor e Reinaldo Domingos, doutor em Educação Financeira, autor do best-seller Terapia Financeira.

Em sua coluna no nosso site ele traz lições interessantes para quem deseja manter as contas em ordem.