Advogado da cidade protocola pedido alegando que Wellington Lousada Pereira (PTB) tem condenação pela Lei Maria da Penha e que lei prevê afastamento.

Vereador diz que processo ‘está arquivado’.

O vereador Wellington Lousada Pereira (PTB), o Chico Carabina, diz que denúncia será apresentada ao plenário na próxima sessão Câmara de Guaiçara/Divulgação Um advogado de Guaiçara (SP) protocolou nesta segunda-feira (2) na Câmara de Vereadores da cidade um pedido de cassação de mandato do vereador Wellington Lousada Pereira (PTB), atual presidente da Casa. O documento afirma que o vereador foi condenado criminalmente com base na Lei Maria da Penha e que o processo transitou em julgado.

No documento, o advogado cita um artigo da Lei Orgânica de Guaiçara que diz que "perderá o mandato o vereador que sofrer condenação criminal em sentença transitada em julgado”. O vereador Wellington Lousada, conhecido como Chico Carabina, explicou que realmente foi condenado em março e que em junho “o processo já havia sido arquivado”. Mesmo assim, ele informou que na sessão da próxima segunda-feira (9), a denúncia será apresentada aos vereadores e em seguida encaminhada ao Jurídico para os “procedimentos comuns de todas as denúncias”. Em nota, o Tribunal de Justiça do estado (TJ-SP) informou que “o processo tramita em segredo de Justiça, dessa forma, não há informações disponíveis”. Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.